SEJA COMO A ÁRVORE

Gosto muito de uma árvore.

Há uma tendência, nossa, humana, de achar que um vegetal não tem consciência, e que, por causa disso, o mundo vegetal é inferior. Afinal, não é à toa que dizemos que uma pessoa entra em estado vegetativo quando está num estado crônico de disfunção cerebral.

Vegetal sem brilho. Vegetal inerte. Vegetal vegeta, né? Não tem calor humano. Será?

Devemos muito às árvores. Nesse planeta que chamamos de Terra, as árvores fazem toda a diferença. Elas são responsáveis, dentre outras coisas, por evitar a erosão, ou seja, dão a sustentação necessária para a firmeza do solo.

Isso acontece pelo mistério que elas tem, pelo que não está visível. Isso acontece pelas suas raízes. Desenvolver raízes deveria ser meta de vida. Raízes profundas e bem desenvolvidas formam árvores gigantes. As maiores, mais poderosas, suntuosas e longevas árvores têm raízes compatíveis com ela.

Como se desenvolver em si as suas raízes? Tem o aterramento. Não há como ser árvore se tem nojinho de terra. Ande descalço. Ative o chacra dos seu pés, bem no centro da planta dos pés. Desenvolva um relacionamento amoroso, tocando com os pés na relva, pisando na praia, pisando nas raízes das árvores, pisando no chão de terra batido. Tenha bom senso e cuidado: olhe e saiba onde está pisando. Escolha um local adequado, saudável e agradável.

Pé na areia, beira do mar

Aprecie e relaxe, respirando fundo. Positive seu reino, positive Malkuth, o seu mundo. Há um desenvolver interior quando você, conscientemente, se alinha com o Arquétipo da Mãe Terra, quando você exercita sua entrega e aceita o acolhimento que ela lhe proporciona, quando você conecta com o Sagrado, através do aprofundar das suas raízes, que somente quem têm os pés no chão pode ter.

Desenvolve raízes quem tem humildade de ter sobriedade. Honre sua ancestralidade, agradeça seus amparadores e protetores familiares. Olhe para frente, com olhar confiante de que vai honrar seu caminho e seguir adiante.

No ciclo da vida veio alguém antes de você, e virá outros depois, também. Deixe então pra já está e pra quem vem um legado, deixe um presente de continuidade, passe o bastão melhorando o DNA do seu corpictho, deixe exemplos e melhoramentos com seu padrão de onda consciencial.

Ao mesmo tempo, para aprender como as árvores, é necessário sonhar. Raízes profundas geram copas imensas. Mundo interior e exterior expressivos. Copas imensas é sinônimo de uma mente forte, criativa e positivada. Ativa-se a coroa, positive Kether e seu coronário. Acesse assim, sua sabedoria interior, atemporal, sua essência.

Transforme o gás carbônico dos pensamentos negativos num novo padrão límpido e claro. Purifique sua mente, entregando para o Sol do seu coração, para o seu Cristo Interno, seus problemas e dificuldades. Areje seu mental. Decante seu emocional. Deixe os raios solares fazerem a sua magia da Vida.

Assim como uma árvore, aprenda a nutrir-se do Sol exterior. Também desenvolva em você a conexão com o interior do seu coração. Nutra-se e faça dessa prática sua refeição principal.

Lembre-se que para realizar sonhos é importante aprender com as árvores: pés fincados no chão; raízes profundas amparadas pela Mãe Terra; tronco nutrido com a essência do coração; mente ampla, ativa e conectada com o Alto, com a sua espiritualidade; e ter sua existência voltada à realização dos frutos das suas ações, para coletividade.

Por fim, seja como uma boa árvore para você dar bons frutos.

Os melhores e mais saborosos são aqueles que vem do seu propósito de vida. Afinal, que tipo de árvore você é? Olhe para dentro de si mesmo, isento de culpa, isento de medo. Desenvolva o autoconhecimento.

Seja como uma árvore, cuja consciência de quem ela é não gera dúvidas, nem percepções equivocadas nem frustações cotidianas. Cultive a semente diariamente e realize os frutos, que são frutos da sua existência, que tem haver com quem você é, na sua essência.

Será que você dá um abacate?

Seja como uma árvore que não come seus frutos e como diria o poeta, morre de pé. Não é à toa que os melhores e mais saborosos frutos que você produzirá serão benefícios que você entregará para vida, ao seu entorno, ao seu mundo, sem buscar retorno.

Álvaro de Matos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s