Mistério sem nenhum segredo

Seguindo na trilogia gerada na quarentena de 2020, com  Um Bicho Solto  e  Internet não traz conexão, fechamos com o que realmente importa…

A conexão com o coração.

O mais simples é o mais poderoso. O mais fácil é o mais difícil. O segredo sempre está na nossa cara. A conquista não está no espaço. A conquista está sempre dentro de você.

O mundo se expande para dentro. Como se faz isso? Ativando a energia do coração.

Assim me conecto com o meu Universo, meu Infinito Particular, com meus fractais, meus eus interdimensionais, com a Fonte.

Esta é a verdadeira função, sagrada, do coração.

O coração é o primeiro órgão que é formado no útero e é o último órgão que deixa de funcionar na morte.

Coração não é sinônimo de vida loka ou de irracionalidade. Não se trata de romantismos, de exageros ou paixões.  O coração existe prioritariamente para você.  Existe para você exercer seu direito de vivenciar sua conexão com a Fonte.

O coração tem cerca de 40 mil neurônios, tem memória, inteligência, uma mente e é estruturado com uma cadeia de nervos simpáticos e parassimpáticos.

O coração é o local que mais irradia energia eletromagnética do nosso organismo, bem mais que o cérebro. Magneticamente, é quase 5 mil vezes forte que o cérebro; eletricamente, quase 100 mil vezes mais.

Quando se diz que o coração tem razões que a própria razão desconhece é porque é através dele que se faz a chamada verticalização, a meditação consciente.

É através do coração que se faz a decantada união, sua religação com o mistério sem nenhum segredo.

Não há intermediários entre você e o seu Eu Superior, com o Deus interior, com o Self junguiano, enfim, aí reside a verdadeira espiritualidade.

Verdade, vinda coração

No seu coração há um átomo, exclusivo, único no seu organismo. É a chamada chave do seu templo interior. Aí o seu coração se torna um portal. Através dele você sintoniza com o seu Eu Superior, com os demais corpos sutis superiores e com a Fonte Que Tudo É.

Este átomo é chamado de Chama Trina pela linha espiritualista ou de Cristo Interno, se preferir. Neste átomo há um vórtice de energia que capta as 03 frequências básicas da Criação, 03 Raios Cósmicos, com os 03 atributos básicos: Amor, Sabedoria e Poder.

1516133636
Sempre é bom seguir o coração
  • 3º Raio Rosa, à esquerda, frequência do Amor;
  • 2º Raio Amarelo-dourado, no centro, frequência da Sabedoria;
  • 1º Raio Azul, à direita, frequência do Poder.

O interessante do enfoque da Chama Trina é que o trabalho interior reside em adquirir  o equilíbrio entre esses 03 atributos. Não é só o Amor. São os 03 ao mesmo tempo, integrados em você, para você ter a chamada espiritualidade.

Você também pode usar a nomenclatura “Cristo Interno”, ou “Deus Todo Poderoso Presente em meu coração”, ou “Divina Presença Ayam”, ou “Ser”, enfim,  o coração vai atender da mesma forma…

mestresananda
Energia Crística em você

Todo mundo tem a Chama Trina no seu coração, mesmo que não tenha consciência disso.  Não é necessário fazer cursos, nem iniciações, sintonizações, rituais ou batismos. Você nasceu, então tem. É a sua conexão com seu Deus Interior, independentemente de religiões, cerimônias, culturas e crenças.

Você conhece pessoas que são até ateus, mas são mais espiritualizadas do que algumas muito religiosas? Então, isto porque o coração ativado gera uma onda eletromagnética ao redor de si diferente, emana uma frequência mais forte, elevada e harmônica. A pessoa gera benefícios pela sua presença. E é isto que importa.

O Coração Conecta

Sim, como diria a poetisa carioca que homenageio neste texto, eu sei, ele é um músculo involuntário e ele pulsa por você… então, o coração já está ativo, né? Sim, ainda bem, senão você não estaria aqui todo prosa balançando esse seu corpitcho.

Coração ativado tem outro contexto. Significa que a Chama Trina está acesa. Coração aceso é como um modem ligado, captando a frequência divina e irradiando… como um rádio que capta as frequências do seu Eu Superior, do seu Cristo Interno, da Divina Presença e você navega no fluxo dessas ondas taquiônicas.

Imagem1

É o coração ativado que gera os lumens de melhor conexão com a sua Hierarquia Espiritual.

E para isto basta querer essa conexão interior. Mas claro não é só uma questão de birra, de querer, chorar e bater o pé. Querer é antes de tudo se comprometer.

Entender que é simples buscar o centro, está disponível para qualquer pessoa, e isto tem muito a ver com a atenção cotidiana.

O Coração Pensa

O Instituto HeartMath, da Califórnia, desenvolveu vários estudos sobre a relação entre a mente e o corpo, entre o coração e o cérebro. Cientistas perceberam que há um fluxo constante de informações entre ambos.

E desenvolveram um conceito interessante. Quando as ondas cerebrais ficam congruentes com o batimento cardíaco, quando se alcança um equilíbrio nessa interligação, é gerado um bem-estar orgânico, espontâneo, que o médico Dan Winter em 1992, denominou de coerência cardíaca.

Emoções negativas como tristeza, estresse, medo, pânico, cólera e depressão geram instantaneamente um ritmo cardíaco caótico.

Quando você estiver assim, nesse estado caótico, busque o centro. Foque na respiração consciente. Pausada, profunda e qualificada. A mente, então, aceita uma mudança e a autoreflexão. Controle a situação. Entre, conscientemente, no estado da coerência cardíaca. Sinta. Espalhe-a para todo o seu corpo. Deixe, assim, fluir ao seu redor.

Não se identifique com o problema, nem com o pensamento negativo da situação. Torne-se um observador silencioso ou, como Eckhart Tolle fala, torne-se um observador do pensador. Observe sem se identificar com a sua crise. Observe o movimento da sua mente. Desapegue-se dela.

A coerência cardíaca é alcançada no estado de calma interior. O cérebro, assim, gera reações bioquímicas no organismo e fortalece o sistema imunológico. Há uma sensação de bem-estar generalizado.

O estado de coerência cardíaca ativa naturalmente o fluxo da Chama Trina, que na literatura também é chamada de Chama Espontânea, porque flui sem nenhum esforço quando estamos alinhados com nós mesmos.

O Coração Irradia

E como aumentar essa ativação no cotidiano? Com a percepção do poder do agora, da Divina Presença, e com o sentimento de gratidão.  Eles podem ser exercitados tanto no meio dos afazeres cotidianos, quanto num momento reservado de meditação.

Todo momento é o agora. No meio do redemoinho das obrigações cotidianas, se em cada atividade você estiver presente, atento ao agora e com o coração ativado, aquela atividade se torna espiritual.

Pense em qualquer atividade neste momento. Seja na sua casa, arrumanado sua cama, ou lavando um prato, seja numa prova de concurso ou numa reunião com o seu chefe, no fechamento de um negócio, na conversa com um amigo, enfim, em qualquer atividade.

Se essa atividade que você pensou, for executada com o seu coração ativado, ela se torna fluída, harmônica, congruente com a sua essência. Essa atividade, então, se torna sagrada.

cora
Colha os frutos no cotidiano

Com o tempo, quanto se torna uma rotina fazer as coisas desse jeito, seu mundo fica todo sagrado e espiritualizado… você muda o padrão e seu mundo muda de frequência.

De dentro para fora. Do interior para o exterior. Assim se irradia.

A outra forma é a gratidão. Colocá-la na sua rotina. Repito uma frase que gosto muito: um coração grato é um coração ativado.

corat

A gratidão é o nome que a gente dá para a frequência do Ser. A conexão faz com que você sinta uma alegria interior, uma vibração de paz e força, uma serenidade e uma congruência,  naturais.

Você quer sentir Deus? Agradeça.

Meditação Consciente

Como melhor meditar, se você não se lembra, dou umas dicas no Internet não traz conexão. Veja lá…

Minha sugestão aqui é mostrar um norte de entendimento.

A automestria se dá no momento em que você utiliza a sua consciência e individualmente entra e expande seu mundo interior, sem guias, gurus ou manobristas.

A questão toda da meditação para a conexão com a Chama Trina, da respiração consciente, de conexão com o Cristo Interno, ou com a Divina Presença ou com a energia do coração, na verdade, é você ter o autodomínio para entregar o seu Ego.

A mente vem, o pensamento vem e você se desapega dele e entrega. Foca no coração. Foca na respiração. Foca no que ele te diz, que é uma sensação física, orgânica, não é algo mental. Sinta a Divina Presença. Se entregue ao momento.

Então o roteiro é assim:

Respire fundo. Todo momento em que você conscientemente, para seu mundo e foca ao coração, é sagrado, porque é o momento em que você coloca ele no centro. Ele expressa a sua real natureza, espontaneamente. É o eterno agora. O sentir e viver presente. Aceite e traga ele para sua consciência cotidiana.

Este momento é só seu. É seu momento sagrado. É o momento de reconexão. De abertura espiritual. De contato. De comunicação. Do seu coração para o coração do seu Eu Superior. Deixe isso fluir para você  e se expanda…

Você escolhe o tema que mais tem a ver com você e, assim, faça a meditação. Desenvolva-a. Estude sobre os temas, entenda o mecanismo da conexão espiritual, isso é expandir a sabedoria, o cognitivo, em você.

Entenda-se você mesmo, sem orgulho e vaidade. Não se identifique com o erro, não tenha autocomplacência. Tenha autodomínio. Esteja presente. Autodiscipline-se. Isso é expandir o poder pessoal em você.

Tenha amor por si mesmo, se conecte com a Fonte, sinta que o amor parte de você para você e depois para outro, não do outro para você. Amor é harmonia. E não depende do próximo. Isso é expandir a frequência do amor em você.

Conexão traz ananda, êxtase, satori, iluminação. Sem internet e sem intermediários.

Bons mergulhos.

Álvaro de Matos